REGULAMENTO
PRÊMIO LEARNING & PERFORMANCE BRASIL 2018/2019

REGULAMENTO

A. Objetivos do Prêmio Learning & Performance Brasil

O Prêmio Learning & Performance Brasil, uma evolução do Prêmio e-Learning Brasil, reconhece as melhores práticas em Aprendizado (desde 2002) e Performance (desde 2012), e tem como Propósito:

“Promover no Brasil o desenvolvimento dos projetos de Transformação Digital de Negócios, através da apropriação das Tecnologias por parte das Pessoas, melhorando continuamente sua Produtividade a partir do desenvolvimento e efetiva aplicação de suas Competências, para potencializar a Alta Performance, os Resultados e a Competitividade das Organizações, de forma Sustentável, e com respeito a Diversidade Humana.”

1. Transformação Digital dos Negócios
práticas para promover as transformações necessárias na criação de um Negócio Digital, com soluções que integrem as Pessoas e as Coisas, e permita evoluir para Negócios Autônomos.

2. Gestão de Performance e Desenvolvimento de Talentos:
para efeitos de avaliação dos Projetos, os sete subsistemas que seguem caracterizam a Gestão Estratégica do Capital Humano neste regulamento:

2.1. Recrutamento & Seleção por Competências/Valores, garantindo que as contratações sejam feitas segundo estratégias de captação e seleção alinhadas aos objetivos e crescimento do negócio, identificando de forma assertiva os profissionais com as competências requeridas para prontamente atenderem aos desafios estabelecidos, agilizando sua integração por terem seus valores preferenciais alinhados e compatíveis com a cultura organizacional.

2.2. Gestão de Objetivos/Metas, garantindo que estes sejam desafiadores, alinhados às estratégias do negócio, adequadamente comunicados e perfeitamente compreendidos pelos colaboradores que neles devem atuar, desdobrados e acompanhados ao longo do período para o qual foram estabelecidos, garantindo assim as correções de rota necessárias para produzirem os resultados esperados.

2.3. Gestão de Performance Organizacional e Humana, garantindo que os resultados esperados pelos acionistas sejam atingidos, ou idealmente superados, a partir da aplicação efetiva pelas Pessoas das suas competências num ambiente de trabalho que propicie seu autodesenvolvimento, recebendo feedback permanente, em infraestrutura que permita sua auto realização e sucesso.

2.4. Gestão de Competências e Especialidades, garantindo que as competências e respectivos níveis de proficiência exigidos para cada cargo ou função estejam claramente definidos, sejam utilizados em todo o processo de gestão estratégica do Capital Humano, apoiem a captação, alocação, remuneração, retenção e capacitação e subsidiem os planos de desenvolvimento individuais dos seus ocupantes para suprir os gaps identificados.

2.5. Gestão do Aprendizado, contemplando as ações de desenvolvimento permanente no contexto formal de aprendizado: treinamentos/cursos presenciais, online e híbridos; e no contexto informal do trabalho: gestão do conhecimento com seus repositórios, acessíveis por meio das ferramentas de busca, comunidades e redes, especialistas por especialidades com respectivas agendas para Coaching & Mentoring e Suporte ao Desempenho.

2.6. Gestão de Sucessão & Carreira, garantindo a disponibilidade das especialidades necessárias para suportar o crescimento sustentável do negócio e as condições de estímulo à permanência dos seus talentos, atendendo suas expectativas de desenvolvimento e crescimento profissional.

2.7. Remuneração Estratégica: objetivando auxiliar as Organizações a implantarem ou aperfeiçoarem seu modelo de remuneração meritocrática, alinhado aos drivers de geração de valor ao negócio, os quais motivam os colaboradores a atingirem, e idealmente superarem, os resultados e performance esperados, a partir da definição do pacote de remuneração de acordo com a realidade da organização e das expectativas dos diferentes tipos de colaboradores de que necessita.

3. Fontes de Conhecimento: serviços e conteúdos das instituições de ensino técnico, superior e/ou especializadas que sejam reconhecidas como fontes de conhecimento, para suprir os gaps das Competências das Pessoas nos cargos ou funções que ocupam nas Organizações.

4. Soluções Consultivas: serviços contratados de empresas de consultoria para aportar conhecimento, melhores práticas e/ou especialistas para apoiar a execução do Projeto.

5. Soluções Tecnológicas: ações para a integração das tecnologias já utilizadas e/ou implantação das tecnologias disponíveis no mercado.

B. Organização, Promoção e Apoio

1. O Prêmio Learning & Performance Brasil é organizado pelo Institute for Learning & Performance Brasil e MicroPower, promovido e apoiado pela ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software, ABRH Brasil – Associação Brasileira de Recursos Humanos Brasil, ABRH SP - Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional São Paulo, ADVB – Associação dos Dirigente de Marketing e Vendas do Brasil, Bilheteria.com, FENADVB – Federação das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil, FNQ – Fundação Nacional da Qualidade, GCSM – Global Concil Sales Marketing, MBC – Movimento Brasil Competitivo, Microsoft Brasil, e Revista América Economia.

2. As organizações e associações que promovem e apoiam o Prêmio Learning & Performance Brasil reconhecem a necessidade de fomentar o desenvolvimento profissional do ser humano, para que este possa, com satisfação, competência e prontidão, atender aos desafios que lhe são designados nas Organizações em que atuam.

3. Em cumprimento ao seu papel social e objetivando contribuir no processo de inclusão de portadores de necessidades especiais, em particular os deficientes visuais, parte dos recursos líquidos arrecadados pelo Prêmio Learning & Performance Brasil será destinado à compra de equipamentos e para prestar apoio às entidades para a Capacitação e Empregabilidade desses cidadãos, conforme parágrafo M. Arrecadação e destinação dos fundos deste regulamento.

C. Inscrição de Projetos

1. As organizações podem inscrever um ou mais Projetos, desde que atendam aos requisitos e condições deste regulamento.

2. Os prazos limites estão definidos no Calendário a seguir:

Atividade Data
Inscrições dos Projetos pelas Organizações participantes 1 de Setembro de 2017 a 30 de Maio de 2018
Definição dos critérios para avaliar os projetos de BDT – Business Digital Transformation 1 de Janeiro a 30 de Abril de 2018
Avaliação Assistida dos Projetos pelos Especialistas das Comissões Avaliadoras 11 de Abril a 17 de Junho de 2018
Entrega dos Projetos pela Organização Participante (Word/PPT) 11 de Abril a 17 de Junho de 2018
Revisão dos Projetos pela Comissão Avaliadora (Word/PPT) 25 de Abril a 17 de Junho de 2018
Apresentações dos Projetos pelas Organizações Participantes e Avaliação dos mesmos pelas Comissões Avaliadoras De 2 a 11 de Julho de 2018
Publicação dos Finalistas/Referências e Data final para inscrições das Entidades de Apoio aos Deficientes Visuais 23 de Julho de 2018
Cerimônia de Reconhecimento e Jantar 27 de Agosto de 2018 - das 19 às 22h30 - Renaissance São Paulo Hotel

3. As solicitações de inscrições deverão ser feitas por meio do site do Prêmio Learning & Performance Brasil, classificando obrigatoriamente o Projeto de acordo com 3.1. Foco, 3.2. Modalidade e 3.3. Categoria:

3.1. Foco
Learning Contemplando da Gestão Estratégica do Capital Humano apenas o subsistema de 2.5. Gestão de Aprendizado.
Performance Contemplando da Gestão Estratégica do Capital Humano um ou mais dos subsistemas: 2.2. Gestão de Objetivos/Metas, 2.3. Gestão de Performance Organizacional e Humana, 2.4. Gestão por Competências e Especialidades e 2.6. Gestão de Sucessão & Carreira.
Learning & Performance Contemplando da Gestão Estratégica do Capital Humano, além do subsistema 2.5. Gestão de Aprendizado, um ou mais dos seguintes subsistemas: 2.2. Gestão de Objetivos/Metas, 2.3. Gestão de Performance Organizacional e Humana, 2.4. Gestão por Competências e Especialidades e 2.6. Gestão de Sucessão & Carreira.
Learning & Performance Ecosystem Contemplando a evolução da estrutura de Treinamento & Desenvolvimento, com objetivo elevar a maturidade do seu nível da atuação, passando pelos estágios: 1-Tradicional, onde T&D provê serviços de treinamento para a organização, 2- Avançado, onde T&D atua para tornar o aprendizado individual e organizacional mais efetivo, 3– Estratégico, onde T&D atua na melhoria da performance dos indivíduos e em seu reflexo na competitividade organizacional e 4- Transformacional, onde as ações de T&D impactam as mudanças e inovações da organização. O material de referência "Learning & Performance Ecosystem" para o entendimento deste tópico encontra-se na Biblioteca Learning & Performance Brasil ( http://www.i4lp.com/biblioteca/ ), disponível em português e em inglês.
Extended Corporate University Contemplando de forma integrada dois ou mais dos sete subsistemas da Gestão Estratégica do Capital Humano: 2.1. Recrutamento & Seleção por Competências/Valores, 2.2. Gestão de Objetivos/Metas, 2.3. Gestão de Performance Organizacional e Humana, 2.4. Gestão de Competências e Especialidades, 2.5. Gestão de Aprendizado, 2.6. Gestão de Sucessão & Carreira, 2.7. Remuneração Estratégica, com: 3. Fontes de Conhecimento, e/ou 4. Soluções Consultivas e/ou 5. Soluções Tecnológicas.
Business Digital Transformation Contemplando as experiências das Organizações em operação no Brasil com a apropriação por parte das Pessoas das aplicações integradas das tecnologias atuais e emergentes para o desenvolvimento de Ofertas e Negócios Digitais.
3.2. Modalidade
Empresariais São organizações nacionais ou multinacionais, inclusive educacionais, com fins lucrativos, com operações no Brasil.
Educacionais São organizações nacionais ou multinacionais sem fins lucrativos, com operações no Brasil.
Governamentais São os órgãos da administração pública federal, estadual ou municipal da República Federativa do Brasil.
3.3. Categoria
Diamond Projetos implantados até 2014, ainda que tenham sido aperfeiçoados depois disso.
Gold Projetos implantados em 2015 ou 2016, ainda que tenham sido aperfeiçoados depois disso.
Silver Projetos implantados em 2017, incluindo as ações e resultados obtidos até 31/03/2018.

4. O valor correspondente à inscrição de cada projeto é definido em função da Modalidade e do nível de faturamento anual da instituição, conforme a tabela que segue, e os Benefícios estão no parágrafo N deste regulamento:

Modalidade ou Foco / Faturamento Anual Acima de R$ 300 milhões Entre R$ 10 e R$ 300 milhões Menos de R$ 10 milhões
Empresariais R$ 10.000,00 R$ 8.000,00 R$ 6.000,00
Educacionais R$ 6.000,00
Governamentais R$ 6.000,00

5. A partir da aprovação da solicitação de inscrição, que será confirmada em até 5 (cinco) dias úteis da data de sua efetivação pelo site, a organização participante autoriza a MicroPower a emitir a nota fiscal do valor correspondente a sua inscrição.

6. Os pagamentos deverão ser efetuados por boletos bancários, em nome da MicroPower, e o comprovante de depósito, enviado para o e-mail: administrativo@micropower.com.br.

7. A organização participante deve enviar de 11 de abril a 17 de junho de 2018, por meio eletrônico, os arquivos de acordo com as orientações do parágrafo D. Informações requeridas, deste regulamento. Não serão aceitas outras formas, tais como papel impresso ou outras mídias.

8. A organização participante não precisa necessariamente ser associada a uma das entidades ou associações que apoiam o Prêmio Learning & Performance Brasil 2018/2019.

9. Caso a organização desista de participar até 30/04/2018, terá os valores efetivamente pagos devolvidos, descontando-se os impostos incidentes sobre as Notas Fiscais correspondentes. Depois dessa data, os valores não serão reembolsados.

Importante: Empresas fornecedoras de soluções tecnológicas e/ou consultivas somente poderão participar se aplicarem os critérios estabelecidos neste regulamento para aperfeiçoamento de seu modelo de Governança, muito embora possam incentivar a participação de seus respectivos Clientes, sem, contudo, representá-los durante o processo de avaliação ou divulgação.

Descontos especiais: Aplicar os descontos que seguem, até o limite de 20% (vinte por cento), sobre os valores da tabela acima, para calcular a taxa de inscrição:

5% para Associados que estejam adimplentes com: ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software, ABRH Brasil – Associação Brasileira de Recursos Humanos Brasil, ABRH SP - Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional São Paulo, ADVB – Associação dos Dirigente de Marketing e Vendas do Brasil, FENADVB – Federação das Associações dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil, FNQ – Fundação Nacional da Qualidade, e MBC – Movimento Brasil Competitivo

5% para cada ano que a organização tenha participado das edições do Prêmio desde 2002.

D. Informações Requeridas de Cada Projeto

ORIENTAÇÃO PARA O PREPARO DAS INFORMAÇÕES E ARQUIVOS
Para todos os focos o arquivo formato Word tem as seguintes especificações: .doc ou .rtf, fonte Arial, tamanho 10, fotos, gráficos e outras imagens no formato JPG, CMYK, em 300 DPIs, com a limitação de caracteres especificada nos respectivos requisitos, que será analisado previamente pela Comissão Avaliadora, no período de 11 de abril a 17 de junho.
O arquivo PowerPoint (.ppt), deve conter as informações mais relevantes do projeto, que eventualmente complementem as informações do formato Word, e será utilizado na apresentação de no máximo 30 (trinta) minutos, para a Comissão Avaliadora no período de 20 de junho a 20 de julho de 2018.
A avaliação será realizada pela qualidade tanto das informações como pela forma como estas forem apresentadas.
Os critérios de divulgação das informações apresentadas encontram-se no parágrafo M deste regulamento

"Considerando que o conteúdo enviado será publicado sem revisão, é fundamental que esta seja realizada antes do envio dos mesmos."

D.1 Requisitos do arquivo Word dos projetos:

1. Organização: (máximo duas páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos.

1.1. Logotipo: Logotipo da Organização que inscreveu o Projeto. (Enviar arquivo vetorizado no formato .ai ou .pdf).

1.2. Nome da Organização: Nome pelo qual a Organização que inscreveu o Projeto é conhecida no mercado.

1.3. Descrição da Organização: Breve apresentação que permita aos membros da Comissão Avaliadora conhecerem a Organização que inscreveu o Projeto.

2. Projeto: (máximo três páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos.

2.1. Nome do Projeto: Nome que caracterize o Projeto inscrito, máximo de 50 caracteres, contagem com espaços.

2.2. Descrição do Projeto: Descritivo contendo de 300 a 500 caracteres, contagem com espaços, que permita ao leitor ter uma visão geral do Projeto.

2.3. Sumário Executivo do Projeto: Descritivo destacando os Objetivos estabelecidos para o Projeto, com indicadores/métricas e respectivas evoluções, melhores práticas (acertos) e lições aprendidas (erros e ações corretivas).

2.4. Depoimentos: Fotos, nomes, cargos/funções, e depoimentos contendo até 300 caracteres cada um, contagem com espaços;
a) do principal executivo da Organização;
b) do diretor da área responsável pela implantação do Projeto;
c) de membros da equipe do Projeto.

3. Amplitude: (máximo duas páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos.

Relacionar as divisões, unidades, áreas, níveis da hierarquia de sua Organização atendidos pelo Projeto, destacando o total de Colaboradores, efetivos e/ou contratados, para cada um dos subsistemas contemplados no Projeto.

No foco BDT destacar Etapas já atendidas pelo Projeto: Ambição, Desenho, Entrega, Escala, Revisão.

4. Indicadores de Resultado e Performance: (máximo duas páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos.

Relacionar os indicadores de Resultado e Performance definidos para acompanhamento do Projeto, e suas respectivas definições e evoluções percentuais desde o início do Projeto.

5. Arquitetura do Aprendizado e Desempenho (Além do e-Learning): (máximo quatro páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos, exceto Performance e BDT.

Relacionar a aplicação e as principais contribuições das ações de desenvolvimento para a Performance das Pessoas no contexto formal de Aprendizado: treinamentos/cursos presenciais, online e híbrido; e no contexto informal do Trabalho: Suporte ao Desempenho, Gestão do Conhecimento com seus repositórios, acessíveis por meio das ferramentas de busca, especialistas por especialidades com respectivas agendas para Coaching & Mentoring e Comunidades e Redes.

6. Melhores Práticas e Lições Aprendidas: (máximo duas páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos.

Relacionar as melhores práticas identificadas (ações que foram assertivas e geraram os resultados esperados) e as lições aprendidas (ações que não geraram os resultados esperados, mas que foram objeto de correções e ajustes) durante a realização do Projeto.

7. Análise de Maturidade da Gestão Estratégica do Capital Humano: (Avaliação Assistida e formulário de "gaps" e Planos de Ação, a serem gerados por meio de questionário enviado pela MicroPower por ocasião da inscrição do Projeto no Prêmio, que incluem 2 horas de apoio consultivo para sua realização).

Obrigatório para todos os Focos, exceto BDT, quem tem Análise exclusiva.

Responder a Avaliação Assistida de Maturidade de sua Organização frente a cada um dos subsistemas da Gestão Estratégica do Capital Humano.

A imagem da tabela com os "gaps" identificados e respectivos planos de ação deverá obrigatoriamente ser colada neste documento.

NOTA: A realização desta atividade auxiliará na confirmação ou atualização do Foco do Projeto e na elaboração do Planejamento Futuro.

8. Atendimento às 6 (seis) áreas de Domínio: (máximo duas páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços, incluindo a Matriz Etapas Domínio).

Exclusivo para o Foco BDT.

A partir da Matriz Etapas Domínio gerada no questionário respondido, registre sua avaliação quanto ao posicionamento da área de Domínio na Etapa em que se encontra, e apresente as ações para a continuidade do Projeto. Áreas de Domínio: Visão do Negócio & Tecnologias, Desenvolver a Convergência destas Tecnologias, Aprimorar seu processo de Análise com a utilização de Algoritmos, Experimentar Operações Bimodais (analógico e digital), Adequar a Infraestrutura e Ajustar sua Organização e Cultura.

9. Planejamento Futuro: (máximo quatro páginas contendo até 2.500 caracteres cada página, contagem com espaços).

Obrigatório para todos os Focos.

Breve relato das principais ações futuras do Projeto.

Importante prover uma visão de continuidade do projeto (expectativas futuras, como pretende potencializar a evolução dos níveis de maturidade, estímulo à criatividade e inovações de forma sustentável).

No foco BDT: incluir um breve relato das ações futuras do Projeto nas Etapas, destacando os produtos e/ou serviços a serem gerados em cada uma delas.

E. Leituras Recomendadas

Seguem as leituras recomendadas de 1 de setembro de 2017 a 16 de maio de 2018 para subsidiar a implantação e aperfeiçoamento dos Projetos e a preparação das informações solicitadas no parágrafo D acima:

Livro: Além do e-Learning – Marc Rosenberg – Qualitymark Editora – Biblioteca Learning & Performance Brasil – 2008 (ISBN: 978-85-7303-781-4)

Livro: 25 Melhores Práticas em Aprendizagem e Desenvolvimento de Talentos – Nick van Dam – Qualitymark Editora - Biblioteca Learning & Performance Brasil – 2009 (ISBN: 978-85-7303-875-0)

Livro: e-Learning no Brasil – Francisco Antonio Soeltl – Qualitymark Editora - Biblioteca Learning & Performance Brasil – 2010 (ISBN: 978-85-7303-937-5)

eBook: Desenvolvimento Acelerado de Talentos nas Empresas de Alta Performance – Publicado por MicroPower - 2013

Pesquisa: Melhores Práticas em Gestão de Performance – Publicada por MicroPower – 2013

eBook: Prêmio Learning & Performance Brasil – Volumes 1, 2, 3, 4, 5 e 6

Livro: O poder da aprendizagem pela ação – Michael J. Marquardt – Senac Rio Editora – 2005 (ISBN: 85-87864-75-0)

Documento: “Learning & Performance Ecosystem” disponível em português e em inglês na Biblioteca Learning & Performance Brasil (http://www.i4lp.com/biblioteca/)

Livro: Remuneração Estratégica – A Nova Abordagem Competitiva – Vicente Picarelli Filho e Thomaz Wood Jr. – Editora Atlas – 1996 (ISBN: 978-85-224-3770-2)

Why employees don’t do what they’are supposed to do… and what to do about it – Ferdinand F. Fournies – McGraw-Hill – 2007 (ISBN: 978-0-07-148615-6)

Chief Performance Officer – Measuring What Matters, Managing What Can Be Measured Anthony L. Polintano – iUniverse.inc – 2003 (ISBN: 0-595-28057-9)

F. Avaliação dos Projetos

Os projetos não concorrem entre si e serão avaliados isoladamente pelo seu atendimento aos requisitos das classificações “Iniciativa de Sucesso”, “Referência Nacional” e “Destaque Nacional”, detalhadas no item “K”, de acordo com a análise da Comissão Avaliadora.

Importante: A não entrega dessas informações no prazo, de forma total ou parcial, influenciará a avaliação do Projeto.

G. Inscrições das Entidades de Apoio aos Deficientes Visuais

1. Toda entidade sem fins lucrativos e oficialmente constituída que tenha o compromisso de Capacitar e Empregar gratuitamente portadores de deficiência visual poderá se inscrever com isenção de taxas, desde que aceite as cláusulas deste regulamento.

2. O prazo para as inscrições inicia-se em 1 de setembro de 2017 e termina em 30 de maio de 2018, e, no prazo de 48 horas, um e-mail com as exigências adicionais e/ou confirmação será encaminhado ao responsável indicado.

3. As inscrições e respectivas informações constantes da ficha de inscrição deverão ser encaminhadas por meio do site do Prêmio Learning & Performance Brasil 2018/2019, não havendo, portanto, outra forma de inscrever-se.

4. As entidades selecionadas serão objeto de divulgação permanente nos Portais Learning & Performance Brasil e Deficiente Visual ( www.deficientevisual.org.br ), em todas as formas e mídias utilizadas para a divulgação do Prêmio. Tal divulgação representará o reconhecimento da importância de seu trabalho na comunidade que atende, para que este seja fonte de inspiração e incentivo às sociedades organizadas de municípios onde seus moradores portadores de deficiência visual não estejam recebendo o apoio necessário.

Importante: O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower não responde pelos conteúdos divulgados, que são de inteira responsabilidade da organização inscrita.

H. Projetos inscritos no Prêmio Learning & Performance Brasil 2018/2019

1. Os Projetos deverão atender aos requisitos, conforme especificado nos itens C. Inscrição dos Projetos e D. Informações Requeridas.

2. Os Projetos recebidos pelas Comissões Avaliadoras até 10 de junho de 2018 serão revisados no período de 25 de abril a 17 de junho de 2018, e um e-mail com o “aceite” ou a “solicitação de informações adicionais” será encaminhado ao responsável pela inscrição neste período.

3. Os Projetos inscritos que não tiverem suas taxas efetivamente pagas até 30 de abril de 2018, e/ou as informações requeridas entregues até 10 de junho de 2018, serão automaticamente cancelados, e seus representantes, avisados por email.

4. Toda a comunicação entre as Comissões Avaliadoras e a organização que inscreveu um ou mais Projetos será feita por meio de telefonemas, e-mail ou pessoalmente com o responsável indicado por ocasião da inscrição, que deverá estar habilitado e autorizado a responder oficialmente a todas as questões formuladas.

I. Comissão Avaliadora dos Projetos Inscritos no Prêmio Learning & Performance Brasil

1. Os projetos inscritos serão avaliados por duas Comissões Avaliadoras compostas por profissionais de notória capacidade, conhecimento e experiência em: 1. Transformação Digital do Negócio, e 2. Gestão de Performance e Desenvolvimento de Talentos, indicados pelas organizações, associações e entidades independentes que compõe o Ecossistema de apoio o Prêmio, e aprovados pelo Conselho de Notáveis do Prêmio Learning & Performance Brasil.

2. Com o objetivo de ampliar a transparência do processo e o compartilhamento de melhores práticas, as organizações participantes poderão, opcionalmente, indicar um profissional pertencente aos seus quadros para participar das apresentações às Comissões Avaliadoras na condição de avaliador convidado. Os avaliadores convidados não poderão participar da sessão de definição do Destaques Nacionais, onde sua organização for avaliada, e também das apresentações e avaliações onde participem Organizações concorrentes das quais pertençam.

3. As Comissões Avaliadoras são soberanas, e de seu julgamento não caberá recurso algum.

4. A partir das informações fornecidas na Ficha de Inscrição e no arquivo formato Word e dos esclarecimentos adicionais durante as sessões virtuais, as Comissões Avaliadoras farão sua avaliação e classificação dos Projetos.

5. As Comissões Avaliadoras, a seu critério, poderão solicitar informações adicionais dos Projetos às organizações participantes por e-mail, ou uma nova apresentação virtual.

6. A relação das organizações finalistas será publicada a partir de 23 de julho de 2018 no Portal I4LP e nas demais mídias que estiverem realizando a cobertura do Prêmio.ão Avaliadora é soberana e de seu julgamento não caberá recurso algum.

J. Comissão Avaliadora e Julgamento das Entidades de Apoio aos Deficientes Visuais

1. Os projetos inscritos serão avaliados por uma Comissão Avaliadora formada por profissionais de notória capacidade, conhecimento e experiência no encaminhamento de apoio a entidades que prestam atendimento aos Deficientes Visuais no País e com conhecimento comprovado em projetos de atendimento a Deficientes Visuais (através da utilização de microcomputadores em programas de Capacitação e Empregabilidade dos Deficientes Visuais) para escolher as entidades a ser atendidas em cada edição.

2. A Comissão Avaliadora é soberana e de seu julgamento não caberá recurso algum.

3. Os 4 (quatro) critérios de avaliação que serão utilizados pela Comissão Avaliadora são:

3.1. Ser uma entidade oficialmente constituída e sem fins lucrativos;

3.2. Ter o compromisso de aplicar, de forma gratuita, a Capacitação do uso de microcomputador e seus aplicativos aos Deficientes Visuais que residam em suas áreas de atuação, durante pelo menos 12 (doze) meses a partir de maio de 2017;

3.3. Incentivar os empresários de sua área de atuação a oferecerem vagas e empregarem os portadores de deficiência visual capacitados;

3.4. Orientar os Deficientes Visuais capacitados e candidatos às vagas oferecidas, tanto no processo seletivo como durante os primeiros 120 (cento e vinte) dias após sua admissão, objetivando consolidar suas colocações no mercado de trabalho.

4. A relação das entidades a serem atendidas será publicada a partir de agosto de 2018 no Portal I4LP, e nas demais mídias que fizerem a cobertura do Prêmio..

K. Classificação dos Projetos

1. Iniciativa de Sucesso:

Serão considerados Iniciativas de Sucesso os Projetos que atendam aos objetivos estabelecidos pela sua Organização.

2. Referências Nacionais:

Serão considerados Referências Nacionais os Projetos cujas práticas aplicadas quando compartilhadas contribuem para elevar o nível de maturidade do Aprendizado, Desempenho e Transformação Digital do Negócio.

3. Destaques Nacionais:

Dentre os projetos considerados Referências Nacionais, a Comissão Avaliadora definirá aqueles que apresentam Práticas Inovadoras e merecedoras de Menção Especial, e serão apresentadas com destaque durante a Cerimônia do Prêmio no dia 27 de agosto de 2018.

4. Premiação:

Para cada Projeto inscrito que for considerado Iniciativa de Sucesso, Referência Nacional ou Destaque Nacional, a Organização deverá indicar um representante para receber o Troféu Prêmio Learning & Performance Brasil 2018/2019, durante a Cerimônia de Premiação a ser realizada no dia 27 de agosto de 2018, das 19h às 22h30, no Renaissance São Paulo Hotel, conforme agenda publicada no site: Prêmio Learning & Performance Brasil

5. Apresentação dos Projetos no Congresso Learning & Performance Brasil:

Os Projetos inscritos poderão ser apresentados durante o Congresso Learning & Performance Brasil, dependendo da disponibilidade da agenda do evento, no dia 27 de agosto de 2018 no Renaissance São Paulo Hotel, conforme agenda publicada no site: Congresso Learning & Performance Brasil

6. Entidades de Apoio de/para Deficientes Visuais:

A Comissão Avaliadora do Prêmio poderá eleger um representante para receber de forma simbólica o computador e/ou softwares em nome das entidades de apoio de/para Deficientes Visuais que foram selecionadas, de acordo com parágrafo M. Arrecadação e destinação dos fundos deste regulamento, durante a Cerimônia de Premiação a ser realizada no dia 27 de agosto de 2018, das 19h às 22h30, no Renaissance São Paulo Hotel.

Esse representante receberá ainda o passaporte de convidado especial para participar do Congresso Learning & Performance 2018.

Importante: O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower, no caso representada pela Comissão Avaliadora constituída, reserva-se o direito de não conceder os prêmios na hipótese de o Projeto inscrito não atender aos requisitos previstos neste regulamento.

L. Divulgação

1. O Institute for Learning & Performance Brasil, a MicroPower, e as Associações e Entidades promotoras e apoiadoras promoverão ampla divulgação do Prêmio Learning & Performance Brasil, em todas as suas fases, nos veículos de comunicação ao seu alcance.

2. O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower, reservam-se ao direito, não exclusivo, de exibir e debater os trabalhos em Universidades, Escolas de Administração de Recursos Humanos, Seminários, Congressos ou qualquer outro evento, tanto no Brasil como no exterior.

3. Os direitos autorais de publicação e divulgação dos trabalhos serão cedidos pelos participantes ao Institute for Learning & Performance Brasil e MicroPower. Esses direitos compreenderão a publicação ou divulgação (de todo ou parte do trabalho) conforme segue:

Requisitos / Divulgação Site do Prêmio Mídia eletrônica e impressa Anuário eBook Plaquinha do Troféu
1.1. Logomarca da Organização Sim Sim Sim Sim Não
1.2. Nome da Organização Sim Sim Sim Sim Sim
1.3. Descrição da Organização Não Não Não Sim Não
2.1. Nome do Projeto Sim Sim Sim Sim Sim
2.2. Descrição do Projeto Sim Sim Sim Sim Não
2.3. Sumário do Projeto Sim Não Não Sim Não
2.4. Depoimentos Sim Não Sim Sim Não
3. Amplitude Não Não Não Sim Não
4. Indicadores de Resultado e Performance Não Não Não Sim Não
5. Arquitetura do Aprendizado e Desempenho Não Não Não Sim Não
6. Melhores Práticas e Lições Aprendidas Não Não Não Sim Não
7. Análise de Maturidade Não Não Não Não Não
8. Planejamento Futuro Não Não Não Sim Não

Importante: O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower, não respondem pelos conteúdos dos projetos, que são de inteira responsabilidade da organização que os inscreveu.

M. Arrecadação e Destinação dos Fundos

1. O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower destinarão parte dos fundos arrecadados, depois de descontados os custos da realização de cada edição do Prêmio Learning & Performance Brasil, à aquisição de microcomputadores a serem doados para organizações que prestam apoio aos Deficientes Visuais em todo o Brasil, objetivando equipá-las para a capacitação desses cidadãos brasileiros, a fim de promover sua inclusão no mercado de trabalho de suas regiões de origem.

2. O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower equiparão de forma gratuita esses microcomputadores com o software Virtual Vision, produto desenvolvido com tecnologia nacional e que desde 1998 vem permitindo aos Deficientes Visuais o acesso a informações e o trabalho com total autonomia utilizando os microcomputadores e o ambiente Windows.

3. O Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower e as entidades de apoio de e para deficientes visuais homologadas promoverão a capacitação de forma gratuita aos instrutores, que passarão a transmitir o treinamento aos Deficientes Visuais atendidos pelas entidades escolhidas, a fim de desenvolver as oportunidades de Empregabilidade destes.

4. Para participar a Instituição interessada deve fazer sua inscrição no período de 01/09/2017 a 20/05/2018.

5. As instituições inscritas terão seus trabalhos acompanhados por um ano. Após esse período de avaliação a equipe de Acessibilidade Web/ Virtual Vision indicará os elegíveis ao recebimento dos equipamentos e licença do Software Virtual Vision.

6. A Entrega dos equipamentos será feita até o final do mês de setembro de 2018.

N. Benefícios das Organizações Participantes

1. Para cada Projeto inscrito, a Organização participante:

1.1. Poderá contar com até 2 (duas) horas de apoio consultivo, a ser realizado de forma virtual, para orientar a preparação do material do ítem D. Informações Requeridas de Cada Projeto.

1.2. Receberá, sem custos adicionais, dois passaportes para participar no dia 27 de agosto de 2018 do Congresso Learning & Performance Brasil, das 10h30 às 17h30; e dois vouchers para a Cerimônia do Prêmio e Jantar, das 19h às 23h30,

1.2.1. Poderá adquirir vouchers adicionais para a Cerimônia / Jantar do Prêmio pelo valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais), de acordo com a disponibilidade,

1.3. Receberá o selo “Learning & Performance Brasil 2018/2019” para publicação eletrônica,

1.4. Terá a descrição do Projeto publicada no Anuário Learning & Performance Brasil 2018/2019, conforme parágrafo L. Divulgação deste regulamento,

1.5. Terá a integra do Projeto, publicada no eBook Learning & Performance Brasil – Transformação Digital do Negócio, Gestão de Performance e Desenvolvimento de Talentos – Melhores Práticas, na Prática - 2018/2019, conforme parágrafo "L. Divulgação deste regulamento".

2. Em função da classificação final de seu Projeto, receberá durante a Cerimônia no dia 27 de agosto de 2018 o “Troféu”:

2.1. “Destaque Nacional” com as seguintes dimensões: 27 cm largura x 10,5 cm profundidade x 21 cm altura,

2.2. “Referência Nacional” com as seguintes dimensões: 22 cm largura x 10,5 cm profundidade x 17 cm altura,

2.3. “Iniciativa de Sucesso” com as seguintes dimensões: 17 cm largura x 10,5 cm profundidade x 13 cm altura.

3. Publicação de anúncio de uma página no Anuário Learning & Performance Brasil 2018/2019.

4. Terá o nome de sua Organização publicado na “Galeria de Sucesso” do Anuário Learning & Performance Brasil 2018/2019 e no Portal Learning & Performance Brasil.

O. Disposições Finais

1. As datas não definidas neste regulamento para as etapas do Prêmio Learning & Performance Brasil 2018/2019 serão divulgadas em tempo hábil por intermédio do site Prêmio Learning & Performance Brasil e outros veículos de comunicação que estiverem cobrindo o Prêmio.

2. As questões não previstas neste regulamento serão resolvidas pelo Institute for Learning & Performance Brasil e a MicroPower juntamente com a Comissão Avaliadora do Prêmio Learning & Performance Brasil.